Informação sobre faringite, causas, sintomas e tratamento da faringite, com definição e detalhe dos diferentes tipos de faringite.


quinta-feira, 24 de março de 2016

Faringite aguda

Faringite aguda é uma inflamação dolorosa da garganta (faringe), em que as amígdalas também podem ser envolvidas. Aproximadamente 40% a 60% de todos os casos de faringite aguda são causadas por uma infecção viral, e 5% a 40% são causadas por vários tipos de bactérias. O Streptococcus pyogenes, que contém um grupo de estreptococos beta-hemolítica ou GAS, é a causa mais frequente de faringite bacteriana aguda, que compreende 15% de todos os casos em adultos e até 30% dos casos pediátricos. Indivíduos com faringite pelo GAS não tratada estão em risco de desenvolver febre reumática aguda. Grupos C, G e F de estreptococos compreendem cerca de 10% dos casos, e sinais e sintomas clínicos não podem ser distinguidos de GAS. Se a bactéria causadora for o Mycoplasma pneumoniae ou Chlamydia pneumoniae, uma infecção respiratória inferior com tosse pode estar presente, bem como sintomas de faringite. Outras causas bacterianas de faringite aguda (por exemplo, Arcanobacterium haemolyticus, Neisseria gonorrhoeae, Corynebacterium diphteriae) são raras.

Faringite viral está associada com rinovírus e adenovírus e é frequentemente associada com a gripe ou resfriado comum, podendo também ser uma característica de início da mononucleose e clinicamente não distinguível de GAS excepto testando para o vírus de Epstein-Barr responsável pela mononucleose.

Faringite também pode desenvolver-se como resultado de ar seco, tabagismo, alergias, trauma na garganta (por exemplo, intubação endotraqueal), doença do refluxo gastroesofágico (DRGE), candidíase oral em indivíduos imunocomprometidos, exposição a toxinas, e neoplasia.

Incidência e Prevalência da faringite aguda

Faringite aguda é uma condição comum, que ocorre metade das vezes tanto em adultos como em crianças de 4 a 7 anos de idade, ocorrendo em média cerca de 5 infecções respiratórias superiores a cada ano e uma infecção por estreptococos a cada 4 anos. Infecção pelo GAS é diagnosticada em cerca de 15 por cento de todas as pessoas que procuram atendimento de emergência para uma dor de garganta.
Faringite pelo GAS é estimada para ocorrer em 616 milhões de indivíduos em todo o mundo a cada ano com casos agudos, resultando em doença cardíaca reumática em 6 milhões de indivíduos. A incidência de faringite aguda é relatada como sendo mais elevada a nível internacional, principalmente devido a maiores taxas de resistência de faringite bacteriana aos antibióticos.


ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL